Cada corpo humano funciona e reage de maneira diferente em uma doença e o mesmo ocorre com as medicações. Isso acontece porque geneticamente somos todos diferentes. Cada um tem seu código genético e será ele quem dirá o que lhe fará bem ou não. Claro que outros fatores externos também contribuirão para isso, como ser fumante, não praticar exercícios, não cuidar da alimentação e por aí vai.

E com base nessa individualidade a farmacogenética pensou cada ser humano separadamente. O Teste Farmacogdnaenético analisa o comportamento de determinados medicamentos no organismo de acordo com o DNA (código genético) de cada indivíduo.

Os Testes Farmacogenéticos são considerados o ponto máximo da “Medicina Personalizada” no Brasil e no mundo. Por serem as únicas ferramentas capazes de apontar com maior clareza a quantidade de medicação que cada pessoa necessita em um tratamento médico, auxiliam na identificação de uma série de reações (efeitos colaterais) que os componentes químicos podem causar às pessoas.

Esses Testes surgiram a partir do sequenciamento do Genoma Humano, em 2003, nos Estados Unidos, e são considerados pela comunidade científica mundial como a mais recente inovação científica e tecnológica aplicada ao DNA Humano, transformando a prática médica, auxiliando profissionais e pacientes a identificar o melhor tratamento para diversas doenças. Estamos falando de um avanço científico que abre portas para uma infinidade de novas pesquisas e tecnologias e já começa a transformar radicalmente a vida das pessoas aqui no Brasil, o segundo país do mundo a receber essa tecnologia médica.

Os Testes Farmacogenéticos ajudam a identificar o medicamento certo, na dose certa.

Saiba mais, fale com seu médico!